Endereço do blogue........peroracao.blogspot.com

terça-feira, 31 de maio de 2011

coelhinho

video
Ora vá lá "atão" um bocadinho de granel, faz favor!!!! Ataque pessoal e desbragado, primário, soez, rasteiro etc.... etc.... É como sabe melhor....
É pra desenjoar!
                    António Capucha

      Vila Franca de Xira, Maio de 2011

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Às armas….. Às armas….



Esta coisa da dívida contraída ao conjunto “prestamista”, que os "cultos" jornalistas apelidaram de “troica” coisa que os papalvos repetem à saciedade, é impossível de pagar…. E é simples entender porquê…. A travagem a chiar travões, a gastos!..... Qualquer gasto!.... Segundo o reputada sociólogo, que sei não ser consensual, Boaventura de Souza Santos, terá como efeito parar a economia, e isso acarreta o crescimento negativo da economia com todo o cortejo de malefícios, que tão bem conhecemos de onde se destaca o crescimento do desemprego. Essa ausência de crescimento comprometerá irremediavelmente a criação de liquidez para pagar a dívida. E tal como a Grécia, teremos que renegociar o seu pagamento, isto é: mais endividamento…. Uma pescadinha de rabo na boca….
Metade do Mundo está neste estado a sustentar uns outros quantos países, que têm dívidas muito superiores à nossa, mas como são eles quem manda nos FMI’s e BCE’s e outros abéculas que se acham grandes “durões”, mas não passam de joguetes. Ora segundo Boaventura  S. S., países que já estiveram como nós – A Argentina, o Brasil e muitos outros – Resolveram, por impossibilidade absoluta, não pagar a dívida e acabou….. Claro que as instâncias internacionais classificaram os seus responsaveis como párias, mas o que é certo é que há um caminho no direito internacional que nos permite convocar uma entidade acreditada internacionalmente, para fazer uma auditoria à dívida acumulada por Portugal…. E de imediato suspender o pagamento... Como é evidente vão revelar-se as mais que muitas ilegalidades, a primeira das quais é o juro dos empréstimos que são de tal maneira elevados que inviabilizam o seu pagamento. Isso é uma norma legal destas coisas do direito internacional. É pois ilegal praticar juros acima do limiar da viabilização de pagamento. E por maioria de razão!... Tal como no xadrex, é proíbido jogar para debaixo de xeque. De imediato essa diferença, que será da ordem de muitos milhares de milhões de Euros, pode ser aplicada como investimento e se bem aplicado pode gerar crescimentos da ordem dos cinco por cento como aconteceu na na Argentina.
E aquilo que efectivamente tivermos que pagar, pagamos, por exemplo vendendo a dívida a países amigos, como sugeriu Ramos Horta PR de TIMOR  Como sejam O próprio Timor, Angola, Brasil e há mais soluções… O governo que entretanto se formar terá que merecer desses países confiança…. Não pode ser gente de fé inquebrantável na lei da rolha dos mercados, e em simultâneo, continuar a fazer o papel de bom aluno das teorias de mercado, que são a lei da Europa, iniciadas pelo santo da casa: Cavaco Silva e cultivado até hoje pelos nossos governantes…. Ao invés tem que ter fé inquebrantável, mas no povo português e ser efectivamente um patriota.( agora não recordo, mas houve alguém insuspeito que disse recentemente isso)
Claro que Os países amigos terão que suportar também alguma solvência para gastos de tesouraria enquanto a estratégia de investimentos não dá fruto. O que é aliás, um negócio como outro qualquer, só que a um juro decente e não ao preço da "ajuda" dos nossos falsos amigos Europeus (Lembram-se da reacção duma boa parte dos Filandeses? É este o Mundo de Hoje! Onde a lei é feita por quem explora os outros  à tripa forra)….. Mas isso todos sabem que é assim….  Qual é então o problema de acçionar os meios de acabar com esta alta exploração?....  Apenas para ficarmos bem no retrato.... Pois pá,,,, Porreiro pá.....  Não há cá lugar a isso!!!! É ter a coragem de  pô-los com dono e gerir com rigor....  
E muito importante…. Temos que de uma vez por todas arredar as entropias da nossa economia, CORRUPÇÃO sob toda e qualquer forma, à cabeça….. E tudo o mais que quase todos sabemos que impediu e impede o nosso progresso….. A maldita tendência para o corporativismo. Para o laxismo…. Para o pessimismo….. (Aí tem razão o Sócrates) O clientelismo….. Bom ficávamos aqui até amanhã….
Estou no entanto convencido que o facto de enfrentarmos os poderosos e os vilões da alta finança, instalaria nos portugueses uma onda de optimismo que faria sobressair o melhor de nós próprios. Nós fazemos anedotas a este estado de submissão, algumas até com muita graça …. Mas cá dentro o coração chora mil ais e facadas… Por ser sempre a mesma treta…. Nós os descendentes dos eméritos descobridores, os que derrotaram os “cagões” dos Castelhanos, e conquistámos  bravios e belos, esta terra aos Mouros, iluminados por este Sol sob o qual fomos grandes e aí é que está….. Não só na guerra, mas sobretudo na ciência…. E na poesia senhores…. Devemos ser o único povo do Mundo que até nos WC públicos faz poesia…. É só agarrar nessa perversidade e virá-la para estes tiranetes de merda, sobretudo os Migueis de Vasconcelos todos desta vida….
E pronto as casas de banho ficam limpas, como devem, e a merda fica para os merdosos.
Porque:
Neste lugar solitário.
Onde a vaidade se acaba,
Todo o cobarde faz força
E todo o valente se cága

                        António Capucha

           Vila Franca de Xira, Maio de2011

sábado, 28 de maio de 2011

Porra... Até a igreja deixou cair o Latim.....



Não se entende facilmente esta fixação do PSD em privatizar a RTP, mas lá está presente na cábulazinha do Pedro Passos Coelho, Ou em alternativa, proibi-la de emitir publicidade e isso sim, já faz alguma luz sobre o assunto. Isto é assim uma espécie de mal-formação congénita, que se transforma em doença infantil, depois em doença de "crescimento" e, estou certo, virá a transformar-se em doença a carecer de cuidados continuados e por fim será terminal, Lá terá que ser!!!! 
De cada vez que se apanham no governo, lá vem a velha e estafada teoria dos custos, que agora até estão bem comedidinhos, sobre os impostos pagos pelo cidadão, como se isso os ralasse, para manter uma TV ao serviço do Estado, que como se sabe é a estrutura inimiga da livre iniciativa, do personalismo cristão, das sagradas leis do Mercado, e toda a correnteza de disfarces que a direita utiliza para dourar a pastilha e fingir de forma lorpa que tem um ideário.... Como íamos dizendo, a intolerância do PPD à TV pública, também não tem nada a ver com qualquer estratégia ou ideário em relação a isso...... Nem mesmo é por causa do notório asco a tudo o que é público..... Trata-se tão somente de tentar assaltar o bolo da publicidade e reduzir a concorrência, o que também significa dinheiro...
Óh senhores do PPD, cuidais que somos tolos???? Julgais que não se vê o brilhosinho nos olhos piscos, ávidos apenas de dinheiro e poder?
Vou contar-vos uma coisa e vejam lá se entendem de vez, que o espectáculo já começa a ficar triste.
Abram os ouvidos.... Nós não pagamos só a RTP.... Pagamos  essa, e as outras todas que operam no País..... Se a uma pagamos uma taxa, às outras pagamos os Tides, Palmolives colgates e toda a casta de traquitanas que compramos e cujas mais valias, vão numa não despresável fatia, pagar principescamente as SIC's TVI'S e toda a sorte de derivadas e integradas nesse circuito económico da publicidade, controlado por meia duzia de macacões....
Ora.... Se não é por ignorância destas coisas, o que  é que leva o PPD A referir essa questão sempre que vem a votos.... Uma vez até esteve quase a consegui-lo..... Um Ministro adjunto do Primeiro M. mais presistente ía conseguindo... O governo é que caiu.... Caiu porque, bem.... Sabemos todos porquê e quem veio a seguir aproveitou as valas abertas no tecido da empresa e operou as reformas que a tornam hoje uma estrutura quase dez vezes mais barata do que já foi..... E também se sabe como foi.....Mas isso foi o PS que fez.... Bom e também não devem querer que eu explique porque é que a RTP chegou ao disparate a que chegou, ou querem???? Acho que ouvi um não! Também.... Já é passado.... 
Então porquê voltar à carga.... 
Porra... Até a igreja deixou cair o Latim.....
Faltam-vos temas, bandeiras chamativas de cores garridas? 
Eu estou a fazer descontos e tenho em carteira uma série de ideias....
E sapo por sapo....Haãã , já engoli tantos!!!!

                      António Capucha

        Vila Franca de Xira, Maio de 2011









   

quinta-feira, 26 de maio de 2011

mais perto de Deus.



- Tive o raro privilégio de assistir ao parto dos meus filhos. Embora tendo sido cesarianas e a mãe estar "off line", o nascimento de um novo ser humano,é sempre algo de sublime.... É seguramente o acto em que estive mais perto de Deus.... Se é que me faço entender!!!!
António Capucha
Vila Franca de Xira, Maio de 2011

terça-feira, 24 de maio de 2011

Eleições

Ho…ri…óps….. Marlene


Já me referi mais que uma vez a propósito de varias outras questões colaterais a esta, que as Eleições para cargos na nossa República, está cada vez mais desviada da letra e espírito da Constituição. Senão vejamos: Embora para o cargo de Primeiro Ministro (PM) não haja eleição prevista, todos os Grandes partidos, se calhar só dois, embora o CDS como é hábito, se ponha em bicos dos pés… Acaloradamente se posicionam para disputar a eleição para PM …. Coisa que não existe…. E comete até a relativa “ilegalidade”, de passar por cima de uma séria de procedimentos a ter pelas outras entidades da República, a saber: O Presidente e a Assembleia da República. O Primeiro Ministro, não é eleito… Pode até não ser o cabeça de lista do Partido mais votado para a Assembleia… Pode até haver várias combinações possíveis para conferir maioria suficiente e capaz de governar e poder aprovar só por si as leis vitais para gerir as questões da coisa pública…. Nem é exactamente a mesma coisa concorrerem três candidatos a PM, ainda que esclareçam como pensam fazer as alianças pós eleitorais. Ou concorrerem as listas, umas contra as outras e após as eleições, analisados os resultados, e formadas as maiorias,  o cabeça de lista para deputados do partido mais votado será convidado por quem de direito. o Presidente da República a formar governo. Agora, e por absurdo considerem o seguinte….. Estes candidatos a PM, sedentos de projectar a sua individualidade, figuras impares que se acham ser, temerariamente passam a campanha a dizer que, com este e aquele partido…. Nada de coligações, apenas porque lhes dá jeito ao discurso ou por questões de markting…. Depois das eleições se a realidade for diferente dos seus desejos e não for possível haver maioria sem aquele tal que andou toda a campanha a negar a possibilidade de coligação. Com que credibilidade fica à partida esse eventual PM?  A esta festa todos ajudam, médias à cabeça. Claro que é bem mais excitante um candidato a PM que um obscuro candidato a Deputado. Do mesmo modo que é mais e melhor noticia, se estiverem envolvidos 30 mortas e centenas de estropiados, do que a desmontagem de uma rede de tráfico de crianças, mas onde não perpassa o horror, o drama de uma violaçãozita de um menor….. E até nós ajudamos à festa pois consumimos preferencialmente este tipo de coisas picantes, excitantes…..
Só que, ora vejamos: Desta forma os Partidos deixam de ser estruturas de pessoas com opiniões e vontades semelhantes sobre o pais e a sociedade e passam a ser os ajudantes do senhor candidato a Primeiro Ministro. Depois o que ganhar, em vez de servir o programa do Partido, é o partido, grupo parlamentar a cabeça, que serve o seu senhor. Grossa confusão se desenvolve a partir de um equívoco aparentemente inócuo. Derramam-se depois, lágrimas de crocodilo a propósito do descrédito dos parlamentares….Mas pouco lhes sobra para desempenhar a sua tarefa. O seu eclips, é função directa do personalismo político,  que, e tal vai o desvario, que já há quem concorra para Presidente da Assembleia da República.... Extraordinário....
Numa altura como esta, em que o mais pequeno deslize é a morte do artista, não são só os governos e as maiorias que têm que ser fortes…. Os PM’s também convêm que não tenham pés de barro ou sejam fracos das canelas….  E já agora também dava jeito que não fossem tão “Naíve’s” como isso, ou tão de olhos arregalados do constante espanto da descoberta: “da pólvora sem fumo e do tiro sem pum”!!! Ou ainda com uma boa dose de oportunismo, assentar  todas as baterias e paus de fósforo, para um determinado sector da sociedade, na perspectiva de conseguir a percentagem de share, que lhe permita ser a moleta de… Quem ganhar….. 
Dirão:  Ãh  são estratégias…. Sentido de pragmatismo…. Boa qualidade Para um político….
Se eu conheço a forma de pensar do povo, o que vão achar desta amálgama de Bons rapazes, é que é mais fácil que o Ex. Chefe do FMI tenha estado a “jogar aos três cantinhos” com a empregada do Hotel, que sair destes “valetes” um Primeiro Ministro forte, experiente e de mãos limpas, para fazer as reformas e as quase revoluções, que são necessárias fazer…..
Não me ponho p’raqui a fazer futurulogia, mas apesar da gravidade da situação exigir outro comportamento, ninguém mudou uma vírgula à forma de encarar as Eleições…. Portanto eu não espero mais do que já vem sendo a tendência geral: O descrédito e simultâneo afastamento da acção política por parte dos eleitores….
Mais do mesmo…. Portanto.                         


                        António Capucha

          Vila Franca de Xira, Maio de 2011